Passo a passo para montar seu jardim vertical

O jardim vertical não é apenas um projeto charmoso na hora de decorar o ambiente. Ele também auxilia no conforto térmico, melhoria acústica, entre outros benefícios. 


De qualquer maneira, colocar suas plantas na parede demanda cuidados que começam por observar a superfície onde deseja fazer a instalação. Isso porque é preciso que ela suporte bem o peso do jardim e que não tenha riscos de infiltração. 


Em seguida, é possível optar pelo estilo da sua decoração – externo ou interno, em vasos ou diretamente na terra, tipos de plantas que pretende usar (lembre-se de que a quantidade de sol que bate no local e o tamanho das raízes interferem nessa escolha). Tudo isso pode ser bem alinhado com a seleção de cores e texturas que vão dar aquele toque final ao projeto.

Além de impactar o preço, todas essas decisões definem o tipo de irrigação necessária para manter o espaço sempre bonito. Outros pontos de atenção são o tamanho que esse jardim deverá ocupar, para ornar com o ambiente sem atrapalhar o espaço; o tipo de material que fará a sustentação; estilos de vasos e como eles serão fixados na base. 


Outras vantagens do jardim vertical são:

  • Deixar a decoração mais colorida e com vivacidade, 
  • Utilizar o jardim como uma hortinha funcional de temperos e ervas para serem aproveitados na cozinha,
  • Melhorar a qualidade do ar dentro de casa. 

Como fazer a manutenção do jardim vertical?

O sucesso da decoração com jardins verticais vai além das escolhas de flores e base de sustentação. Manter as plantas sempre bonitas demanda cuidado e carinho. Podar sempre e tirar as folhas secas, por exemplo, estimula o crescimento delas. 

Além disso, mantenha-se atento se a irrigação é suficiente ou se está excessiva, porque tanto faltar como sobrar água pode prejudicar seus vasinhos. 

Considerando ainda que o jardim vertical não tem o mesmo espaço que um jardim comum para que as raízes se aprofundem e tirem os substratos necessários da terra, é preciso selecionar o melhor alimento para suas mudas. Uma sugestão é utilizar a argila expandida como material drenante que auxilia as plantas a tirarem o que precisam – isso tudo acrescido de um bom adubo. 

Deixe uma resposta